5S

5S (qualidade)

O 5S é uma filosofia e método voltado para implementação de mudanças no ambiente de trabalho, incluindo eliminação de desperdícios, arrumação de salas e limpeza.

O método é chamado de 5S porque, em japonês, cada palavra que começa com som da letra S designa cada fase de implementação:

  • Seiri – Utilização
  • Seitou – Ordenação
  • Seisou – Limpeza
  • Seiketsu – Padronização
  • Shitsuke – Disciplina
Os sensos do 5S
Os sensos do 5S

O 5S tem papel importante como instrumento para a união dos colaboradores, otimizando o visual dos setores e o processo como um todo, abrindo um leque para outras ferramentas gerenciais da qualidade.

A filosofia dos Sensos

A tradução utilizando a palavra senso se tornou uma das mais divulgadas no Brasil a partir de meados da década de 1990. Além de iniciar com a letra S, facilitando a didática do 5S, este termo remete ao bom senso, característica de pessoas sensatas. A prática do 5S é um bom meio de apurar a sensatez.

Entendido assim, o 5S pode ser praticado por qualquer pessoa, em qualquer lugar, para facilitar a solução de qualquer desafio. Essa tradução aproxima o 5S do que é natural no organismo vivo. Praticar 5S é semelhante ao que qualquer ser vivo faz para viver uma vida saudável.

Origem

O 5S surgiu nas empresas do japão durante a reconstrução do país após a Segunda Guerra Mundial. Após a guerra, os japoneses receberam orientação de especialistas americanos para o controle da qualidade. O que os americanos faziam bem foi aperfeiçoado no Japão, formando-se o que ficou conhecido como Qualidade no Estilo Japonês, ou Total Quality Control (TQC – Controle da Qualidade Total).

O papel do 5S é cuidar da base, facilitando o aprendizado e prática de conceitos e ferramentas para a qualidade. Isso inclui cuidar dos ambiente, equipamentos, materiais, métodos, medidas, e, especialmente, pessoas.

No princípio, o 5S era mais focado em liberar espaço e evitar desperdícios, resolvendo efeitos de guerra e de gestão inadequada. Com os novos desafios, inclusive com a evolução da tecnologia da comunicação, o 5S evoluiu.

Os sensos

O 5S é composto dos seguintes sensos:

  • Senso de utilização: separar os recursos disponíveis de acordo com a freqüência de uso, ou seja, conforme o grau de importância que cada um tenha para a realização de suas tarefas, logo, separando o que é útil do que não é, e melhorando o uso do que é útil;
  • Senso de organização: permite alocar os recursos disponíveis de forma sistêmica, estabelecendo um sistema de comunicação visual que permita rápido acesso aos mesmos. A partir dos recursos úteis identificados no senso de utilização, a tarefa no senso de organização é a priorização;
  • Senso de limpeza: o senso de limpeza indica que os próprios usuários devem cuidar dos recursos disponíveis de forma que eles estejam sempre em boas condições de uso;
  • Senso de padronização: a partir desse ponto, as pessoas já reconhecem a importância dos sensos de utilização, organização e limpeza. Isso significa que existe a preocupação com a manutenção das condições padrões de trabalho, tornando as práticas saudáveis em hábito;
  • Senso de disciplina: considera ter as pessoas comprometidas com o cumprimento rigoroso dos padrões éticos, morais e técnicos e com a melhoria contínua a nível pessoal e organizacional.

O 5S, em linhas gerais, traz para a organização uma forte mudança cultural, sendo utilizada como uma ferramenta que abre portas para outras ferramentas da qualidade, como por exemplo o SMED ou o Lean Thinking.

5S na Engetref

A Engetref aplica o 5S constantemente em sua organização, desde o chão de fábrica até o escritório:

  • Ambiente de trabalho visualmente agradável, limpo e organizado, que evidencia quando algo está errado ou fora de local e minimiza o risco de acidentes;
  • Organização dos recursos como um todo, desde as chaves das portas até os ativos, com identificação padronizada e controle eletrônico;
  • Limpeza é tarefa de todas as pessoas em todos os níveis da organização;
  • Padronização desde bancadas e chaveiros até formulários, documentações e atividades;
  • Auditorias internas para avaliar a eficácia do programa 5S feitas periodicamente;
  • Avaliações constantes do programa diariamente com registro eletrônico, que é utilizado na avaliação pessoal e do setor de cada colaborador

Compartilhe nas redes sociais